Vigilante é executado a tiros enquanto conversava com dono de mercadinho na Capital

Um homem foi assassinado a tiros no início da noite desta quarta-feira (06), no bairro do Geisel, zona sul da capital paraibana. O crime aconteceu na Rua Tarcísio D’Ávila, por volta das 18h.

De acordo com a polícia, foram encontrados, em poder da vítima, uma pistola com dois pentes e um rádio transmissor. A vítima foi identificada como Cristian Dias Abílio, de 29 anos. Ele era conhecido como “Júnior” e, segundo informações, trabalhava como vigilante.

Informações dão conta que o jovem estava conversando com o dono de um mercadinho, que fica na esquina da rua onde morava, quando dois homens em uma moto chegaram no local e um deles efetuou os disparos. O rapaz foi atingido com uma bala na cabeça outra na perna.

De acordo com informações da polícia, a vítima já tinha sido presa em 2010, durante a operação “Águas Limpas”, que investigava a atuação de pessoas em grupos de extermínio.

Segundo a família, o jovem ficou detido alguns dias e depois foi liberado. O pai do jovem confirmou que ele responde por porte ilegal de arma. A vítima estava separada há 3 meses e morava sozinha no Geisel.

A polícia ainda não sabe a motivação do crime e ainda não traçou uma linha de investigação para o crime

T5

Relacionados