Operação cumpre mandados de prisão contra suspeitos de explosão a banco na Paraíba

181

Três mandados de prisão foram cumpridos nesta segunda-feira (25) durante uma operação das polícias Civil e Militar nas cidade de Remígio e Esperança, no Agreste da Paraíba. De acordo com o delegado responsável pela ação, Danillo Orengo, a Operação “Renascer” teve como objetivo prender três suspeitos de envolvimento na explosão de uma agência bancária em Remígio, no dia 26 de março de 2018.

Um dos mandados de prisão, contra Juan Patrício de Souza, foi cumprido dentro da Cadeia Pública de Remígio, onde o suspeito já está preso. Os outros dois, contra Felipe Andrade de Araújo e Wesley Caio Cássio Ferreira do Nascimento da Silva, foram cumpridos na cidade de Esperança.

Conforme o delegado Danillo Orengo, os três suspeitos já tinham sido ouvidos pela polícia no dia do crime, mas foram liberados em seguida. Após investigações, foi constatado que o trio estaria envolvido no crime. Eles foram indiciados pelos crimes de furto qualificado, organização criminosa e receptação qualificada.

Ainda segundo o delegado, o nome da operação representa o compromisso da polícia no combate ao crime organizado, mostrando que, mesmo após serem liberados no dia do crime, a polícia conseguiu prender os suspeitos, já denunciados pelo Ministério Público local, construindo provas contundentes e apontando-os como autores do crime.

Explosão a agência bancária em Remígio

A agência bancária, no município de Remígio, foi explodida na madrugada do dia 26 de março do ano passado. Segundo informações da Polícia Militar, o grupo suspeito do ataque teria abandonado uma banana de dinamite no local. O Grupo de Ações Táticas Especiais foi acionado para a retirada do explosivo.

O caso aconteceu por volta das 3h30. Os suspeitos explodiram a agência algumas vezes e destruiu o local. A Polícia não informou se eles conseguiram levar o dinheiro. Os homens fugiram em direção a cidade de Barra de Santa Rosa, Agreste paraibano.

G1PB